10 de Janeiro de 2014

Hoje, quando o Anão Trombudo saiu de sua casa, ele esqueceu de fechar a porta.

Ainda bem que a maçaneta é esperta e gritou: Volta aqui, oh esquecido, que cabeça de pudim! O vento que por aqui passa, me faz espirrar assim: atchof, atchaf, atchim!

Certamente fechaduras e maçanetas não devem falar assim com seus donos. Mas o Anão Trombudo, em vez de bravo, ficou muito agradecido, pois da última vez que isso aconteceu, foi muito difícil convencer o Tatu-Bola, que sem cerimônia se havia se instalado no sofá, a ir embora.

 

Unknown